Cenário

Em Guarapuava, Observatório identifica oportunidades para o ecossistema de inovação

Trabalho envolve o mapeamento de startups, dos habitats de inovação e do setor de Tecnologia da Informação (TI)

O Observatório da Ciência, Tecnologia e Inovação, criado recentemente em Guarapuava, no centro do Estado, está mapeando o setor da Tecnologia da Informação (TI), startups e habitats de inovação da região. Os primeiros resultados devem ser divulgados ainda na primeira quinzena de junho. 

“O ciclo de pesquisas está diretamente ligado à estratégia de desenvolvimento do ecossistema. Através das atividades do Observatório, vamos compreender e monitorar a evolução do ecossistema de inovação local. É necessário apoiar os setores estratégicos e os habitats de inovação para que possamos ser assertivos nas ações e projetos”, pontua o consultor do Sebrae Paraná, Agenor Felipe Krysa. 

Segundo ele, por meio do Observatório será possível gerar inteligência sobre o processo de desenvolvimento local, corrigir a trajetória de projetos, envolver parceiros para potencializar ações e analisar se as decisões foram acertadas.

 

A visão é compartilhada pelo representante da Sanepar no Fórum, Álvaro José Argemiro da Silva. 

“O Observatório é uma importante ferramenta social para auxiliar no desenvolvimento de Guarapuava e região, com a atração de novos negócios e geração de mais oportunidades que refletirão no desenvolvimento do ambiente de inovação”, comenta. 

Para Álvaro, o Município já é referência no Estado no quesito inovação. “O Observatório vem para somar e para compor com outras opções que a cidade oferece para quem quer empreender e ter um negócio de sucesso”, pontua. 

O diretor de Relações Empresariais e Comunitárias da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Rodrigo Scoczynski Ribeiro, acredita que o Observatório é importante para a identificação e detalhamento dos indicadores do ecossistema de inovação. 

“Falamos tanto em melhorar e fomentar ações de inovação, porém precisamos mapear as ações, saber onde estão acontecendo e com que frequência, para que possamos atuar com assertividade”, comenta. 

Objetivos

O Observatório é uma das câmaras temáticas do Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação de Guarapuava, que conta com a parceria do Sebrae Paraná, do Poder Público, de instituições de ensino, de entidades e de empresas de tecnologia da região, com um total de 36 representantes.

 

Entre os objetivos do Observatório, estão: organizar dados, informações e conhecimentos sobre o ecossistema de inovação; divulgar estudos, pesquisas e publicações acadêmicas de forma sistemática e ser fonte de informações sobre a economia e desenvolvimento local.