Brasil Mais

Em Maringá, programa gratuito ajuda na produtividade e faturamento de pequenos negócios

Iniciativa oferece acompanhamento personalizado de Agente Local de Inovação

Empreendedores que desejam inovar e melhorar a gestão e a produtividade de negócios podem participar do terceiro ciclo do Programa Brasil Mais, com início no dia 1 de novembro e encerramento em março de 2022. As inscrições vão até 30 de outubro pelo site brasilmais.economia.gov.br

A iniciativa é uma parceria entre Governo Federal, Sebrae, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). No Paraná, o Sebrae oferece o programa de forma inteiramente gratuita, com acompanhamento personalizado de Agentes Locais de Inovação (ALIs). Os ALIs são responsáveis por conhecer e traçar um raio-x do negócio, propondo ações para ajudar a desenhar e a aplicar um plano de inovação. 

Proprietário de marcenaria em Maringá, Fábio Moroti participou do último ciclo realizado este ano. Há nove anos no mercado, ele enfrentava dificuldades para cumprir prazos na entrega de pedidos e decidiu participar do programa para melhorar a gestão do tempo. 

Moroti foi acompanhado por um ALI durante cerca de três meses. Nesse período, desenvolveu estratégias e planilhas para controle de entregas e de qualidade. “A nova forma de controle ajuda a verificar melhor as entregas já marcadas para, então, fazer novos agendamentos. Não estou mais com pedidos atrasados como era antes”, conta o empreendedor. 

Quem também aproveitou o programa foi a empreendedora do setor de semijoias Rafaele Freire, de Maringá. Com a participação, a empresa realizou workshop sobre vendas para clientes e ofereceu descontos, unindo o menor esforço ao vínculo emocional. 

A empresária sentiu o resultado direto no faturamento. “A participação foi fundamental para melhorias no planejamento do processo de atendimento presencial e digital, no controle financeiro e em estratégias de vendas. Aprendi muito nesse tempo”, diz Rafaele. 

O programa possui vagas limitadas, com seleção segundo ordem de inscrição. Com o acompanhamento de um ALI no período, os empresários vão receber orientação técnica em áreas como administração de dados, finanças, processos operacionais, transformação digital, marketing, entre outras. 

“O ALI ajuda a identificar um problema real, a desenvolver um protótipo, a monitorar e a validar a ideia. Depois de uma análise para colocar a solução em prática, há ainda a verificação de resultados”, explica a consultora do Sebrae/PR, Letícia Albuquerque.

Entre novembro de 2020 e abril de 2021, mais de 8 mil empresas brasileiras que participaram do programa tiveram aumento médio de 18% no faturamento e de 52% na produtividade, principalmente em razão da melhora na gestão com base em indicadores e inovação.