Inovação

Hackathon busca soluções para desafios da assistência social, em Apucarana

Inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 22 de outubro. A maratona será online e distribuirá R$ 10 mil em prêmios

Estão abertas as inscrições para o Hackathon Apucarana Smart - Food Service, maratona para o desenvolvimento de tecnologias, ferramentas e soluções criativas e inovadoras para desafios da assistência social. O tema da edição é “Distribuição inteligente de alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade social”. Podem participar pessoas maiores de 18 anos e empresas com conhecimento nas áreas de tecnologia da informação, comunicação, engenharias, design e negócios. As inscrições podem ser feitas até 22 de outubro, neste link. 

A maratona será realizada entre os dias 29 e 31 de outubro de forma 100% virtual. A programação inclui mentorias, apresentações, brainstorming, workshops com convidados. As equipes podem ser formadas por mínimo de três e máximo cinco pessoas, e o limite é de 75 participantes. Os três melhores projetos serão conhecidos às 19h30 de 6 de novembro e receberão premiações em dinheiro, sendo R$ 5 mil para o primeiro colocado, R$ 3 mil para o segundo, e R$ 2 mil para o terceiro. A maratona é uma realização do Sebrae/PR, Conecta Apucarana e Prefeitura de Apucarana. 

O coordenador do Conecta Apucarana e presidente do SRI do Vale do Ivaí, Tiago Ferreira Ribeiro, explica que a demanda foi trazida pela Secretaria de Assistência Social de Apucarana, que busca desburocratizar o processo de arrecadação e entrega de alimentos a famílias em situação de vulnerabilidade social na cidade. 

“Os participantes do hackathon serão desafiados a criar soluções que agilizem a entrega dos benefícios e o atendimento às famílias com o cumprimento da legislação”, afirma. Depois da maratona, os três melhores projetos serão convidados a participar de um ciclo de pré-incubação no espaço do Conecta Apucarana para viabilizar as soluções, que poderão ser replicadas para outras prefeituras brasileiras. 

A diretora de Proteção Básica da Secretaria Municipal de Assistência Social de Apucarana, Débora Sanitá Malaguido Pinto, explica que o objetivo da prefeitura é modernizar o sistema de entrega de cestas básicas para famílias em vulnerabilidade, que se encontram em situação de insegurança alimentar tanto no município, como distritos e áreas ruais. Hoje, as famílias atendidas precisam buscar, pessoalmente, as cestas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). 

 “Com um cartão-alimentação, elas teriam mais autonomia para ir ao mercado ou mercearia e comprar os alimentos que desejarem, além de produtos de higiene e limpeza. Mas, ao mesmo tempo, precisamos de uma tecnologia que limite a compra apenas de itens de necessidade básica”, explica. 

O consultor do Sebrae/PR, Tiago Correia da Cunha, ressalta que o ecossistema, por meio do Conecta Apucarana, além de fomentar a cultura de inovação na cidade e região, tem a possibilidade de resolver problemas de cunho social. “São problemas do município que podem ser solucionados com eventos como o hackathon e contribuir para a melhoria na qualidade dos serviços oferecidos pela cidade”, aponta.