Panorama regional

Mapeamento aponta que região dos Campos Gerais concentra 98 startups

Levantamento realizado pelo Sebrae/PR destaca que somente Ponta Grossa possui 76 startups das 1.434 mapeadas em todo o Estado

Os números do Mapeamento das Startups Paranaenses 2020/2021, do Sebrae/PR, divulgados na última terça-feira (09), apontam que a região dos Campos Gerais e Centro do Estado, concentrou 98 startups em 2020, responsáveis por quase 700 postos de trabalho. Ponta Grossa desponta com o maior volume, com um total de 76 empresas, seguida por Guarapuava, com 13 startups, Irati com quatro, Castro (2) e Prudentópolis, Rio Azul e Telêmaco Borba com uma cada. Já o Paraná possui atualmente 1.434 startups que geram mais de 12 mil empregos em 87 cidades, o que torna o estado um dos principais ecossistemas de inovação do Brasil.

O empresário Murilo César XV, de Ponta Grossa, aproveitou o ambiente propício e já criou sete startups, que têm como base a Genius Soluções, fundada em 2013. “Considero a Genius uma fábrica de soluções para diferentes áreas, com o objetivo de facilitar o dia a dia de toda a comunidade, pessoas e empresas”, diz. Uma delas é a Feira Fácil Genial, que possibilita o envio do produtor direto para o consumidor, sem desperdícios. Segundo ele, outros 50 projetos estão em fase de desenvolvimento.

O estudo aponta ainda startups no Estado para ficar de olho, sendo três de Ponta Grossa. Entre elas está a Docato, na vertical LegalTech. A startup é uma plataforma onde todos os serviços com instituições públicas podem ser solicitados. A empresa faz a retirada de documentos, a análise de informações ou os dois serviços combinados.

“Somos uma startup para ficar de olho porque temos um produto que está muito à frente em termos de rede, de prestadores, de execução do que as soluções tradicionais. Conseguimos entregar análises mais profundas, com mais rapidez a um custo interessante”, reforça o CEO, Vicente Barbur Neto.

Além da Docato, também aparece o Clube da Robótica, na vertical Edutech, que é uma escola de robótica diferente das convencionais e tem como propósito difundir a cultura maker, mostrando que a tecnologia e a robótica podem estar ao alcance de todos. A SantéMed, plataforma de gestão em saúde online, web e integrada, também é listada.

A consultora do Sebrae/PR, Thaise Amaral, acredita que a pandemia da Covid-19 intensificou a criação de novas startups, mas que a região é propícia para o surgimento de soluções tecnológicas em função do entroncamento rodoferroviário, da concentração de instituições de ensino superior e do volume de empresas e indústrias. O estudo mostra que Ponta Grossa é a terceira no Estado com a maior concentração de startups na vertical LogTech, que são aquelas com soluções voltadas para a logística. 

“O Sebrae oferece todo o apoio necessário para a criação de uma startup através de consultorias e mentorias e a aproximação com o mercado. O atendimento é contínuo e inclui, além de todo o planejamento, a validação com clientes e investidores”, afirma a consultora. 

A sétima edição do levantamento feito pelo Sebrae/PR, anualmente, para mapear o ecossistema de inovação paranaense, contou com a participação de representantes de 1.434 startups para o levantamento, entre os dias 5 e 27 de novembro de 2020. O estudo completo pode ser conferido neste link (https://www.sebraepr.com.br/startup-mapeamento/).

 

Assessoria de Imprensa Sebrae/PR

(41) 33305895 | (41) 992320502 | (42) 98827-9194