Parceria

Produtos paranaenses e com IG são comercializados em rede com o conceito fresh market

Duas lojas em Curitiba vendem produtos típicos do estado, que possuem Indicação Geográfica e/ou integram o Fórum Origens Paraná

Quem prefere consumir produtos paranaenses de qualidade com Indicação Geográfica (IG) e do Fórum Origens Paraná, pode encontrá-los na Rede Verde Mais. Por meio de uma cooperação entre o Sebrae/PR e o Fórum, a Rede Verde Mais começou a vender alimentos diferenciados e típicos do estado, como a Erva-mate São Matheus,  a Bala de Banana de Antonina, o Café do Norte Pioneiro, entre outros. 

O papel do Sebrae/PR no acordo foi o de apresentar os produtos ao mercado Verde Mais e conectar produtores, incentivando o encontro de negócios. A coordenadora estadual de agronegócios da instituição, Maria Isabel Rosa Guimarães, ressalta a importância do acordo, assinado em dezembro passado. 

“Ter um lugar que venda os produtos é um diferencial, tanto para quem produz e comercializa, quanto para quem compra. Há muitas dificuldades em encontrar em um único lugar vários produtos. Por exemplo, é possível encontrar balas de banana de Antonina em um determinado lugar, mas não a farinha de mandioca. Com o acordo de cooperação, estão acessíveis em um espaço único”, explica Mabel. 

Para o coordenador do Fórum Origens Paraná, Heligton Lugarini, o acordo traz mais visibilidade e força para comercialização. Ele explica que se um produtor tenta sozinho fechar um acordo, não terá tanta força, porque representa somente a sua marca. 

“O Fórum representa produtores de várias regiões, produtos diferentes e diversas instituições que o compõem, dentre elas o Sebrae, o Ministério da Agricultura, INPI, IDR, enfim. Sempre que for possível propor um acordo, enquanto Fórum, temos mais força que, individualmente”, garante. 

Helton Parizotto, CEO e fundador da Rede Verde Mais e vice-presidente da Associação Paranaense de Supermercados (APRAS), enfatiza a importância do acordo para valorizar o desenvolvimento do estado e fomentar o comércio local. “Queremos incentivar o consumo de produtos com Indicação Geográfica pelos paranaenses. Iremos comercializar um mix de produtos com qualidade, que vai ao encontro da proposta do Verde Mais, que é ser fresh”, pontua. 

Comercialização 

É possível encontrar os produtos com IG e do Fórum Origens Paraná nas duas lojas da Rede Verde Mais, nos bairros Hauer e Xaxim. Quem procura por qualidade e procedência, encontrará frutas, legumes e verduras, além de frios, vinhos e outros produtos identificados com o Selo de Indicação Geográfica e um QR Code, que poderá ser escaneado para obter mais informações. 

“Os empresários têm a segurança de saber que seus produtos estão expostos em local atrativo, e que o público do Verde Mais também está sempre atento a novidades e busca qualidade”, finaliza Helton. 

Ao todo, nove produtos paranaenses possuem o registro de IG. São eles a Bala de Banana de Antonina, Melado de Capanema, Goiaba de Carlópolis, Queijo de Witmarsun, Uvas de Marialva, Café do Norte Pioneiro, Mel do Oeste, Mel de Ortigueira, Erva-mate São Matheus, do Sul do Paraná. 

Há ainda cinco produtos que aguardam receber a certificação do INPI, como os Vinhos de Bituruna, Barreado do Litoral do Paraná, Farinha de Mandioca do Litoral do Paraná, Cachaça de Morretes e Morango do Norte Pioneiro. Além de outros 26 produtos e regiões do Paraná estão em processo de organização para entrar com pedido junto ao INPI.

 

Assessoria de Imprensa Sebrae/PR

Telefones: (41) 98814-0721 | (41) 3330-5895