Gestão

Sebrae/PR e Itaipu apresentam programa para capacitação de fornecedores

O Programa Desfor atenderá 300 micros e pequenas empresas da cadeia de valor, da Itaipu Binacional

Com o objetivo de fomentar o desenvolvimento de fornecedores, incentivar a adoção das melhores práticas de gestão e de produção para micro e pequenas empresas que fornecem para a Itaipu Binacional, foi apresentado nesta terça-feira (18), em Curitiba, o Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (Desfor), iniciativa da Itaipu em parceria com o Sebrae/PR. Serão capacitadas 300 empresas, por meio da metodologia Modelo de Excelência da Gestão (MEG). O Programa também foi apresentado no último dia 12/12, em Foz do Iguaçu, para os empresários da região oeste.

Cesar Rissete, gerente da Unidade de Ambiente de Negócios do Sebrae/PR, conta que estão previstas mais de 50 horas de capacitação para cada fornecedor, incluindo diagnóstico da empresa, consultoria, cursos e até orientação de acesso a crédito. “Serão 18 meses de capacitação para melhorar a gestão empresarial. Essas melhorias internas vão refletir em custos mais competitivos e maior capacidade tanto de continuar fornecendo para Itaipu, como fornecer para outros compradores. A metodologia, baseada no Modelo de Excelência da Gestão (MEG), foi desenvolvida sob medida pelo Sebrae/PR, alinhada aos princípios institucionais da Itaipu, primando pelo tripé da sustentabilidade (econômico, social e ambiental)”, explica. 

“Queremos empresas qualificadas para servir às necessidades da Itaipu. Para isso, vamos ajudar a melhorar aquelas que são as nossas fornecedoras, com qualificação técnica em vários setores de gestão e planejamento estratégico. Além disso, quanto melhor for a saúde da empresa, melhor será o atendimento das necessidades de Itaipu”, afirma o diretor financeiro executivo da empresa, Mario Cecato. 

Ele lembra que o programa foi criado em 2012, dentro da política de desenvolvimento sustentável de hidroelétrica, para melhorar os processos de aquisição de produtos e serviços. “A nova fase do Desfor nasce alinhada à Instrução Normativa 21 (IP21), que estabeleceu uma margem de preferência às micro e pequenas empresas nos processos de compra feitos pela Itaipu. “Por isso, temos a necessidade de desenvolver essas empresas.” 

A execução do programa começa em 2019 e tem duração um ano e meio. Os cerca de dois mil fornecedores cadastrados da Itaipu vão receber um convite e, aqueles que manifestarem interesse, passarão por um processo de seleção. Alguns critérios serão adotados para definir as 300 empresas, como ter contrato vigente com a empresa.

Cesar Rissete ainda explica que as maiores dificuldades identificadas nas empresas são questões de controles internos de gestão – como controle de qualidade, de processo, tempo de processamento de determinado serviço e precificação. “O empresário às vezes tem dificuldade de perceber os custos que ele tem e precificar esses custos para o seu cliente. No caso da Itaipu e compras públicas, uma dificuldade comum é documentação. É preciso saber entregar conforme o que está pedido no edital e, principalmente, no contrato de prestação de serviço”, finaliza.

O fornecedor que tiver interesse pelo programa, pode entrar em contato com a Itaipu e o Sebrae/PR pelos e-mails desfor@itaipu.gov.br e programadesfor@pr.sebrae.com.br.

 

Contato para imprensa:
Yrit Sitnik - (41) 98814-0721| (41) 3035-5669
Adriano Oltramari –  (41) 3330-5895
 

Tags: Encadeamento Produtivo, Sebrae/PR