Turismo

Trilha das Memórias gera experiência de game na visitação a pontos turísticos de Maringá

O ‘Monge Caboclo’ é quem indica novas memórias, com conteúdos de áudio e texto; tudo é ativado por meio de QR Codes distribuídos em estações turísticas

Um frade misterioso convida habitantes e visitantes para iniciar uma busca por memórias de Maringá, tudo a partir da leitura de QR Codes em locais emblemáticos da cidade. Será essa a dinâmica do projeto Trilha das Memórias, lançada nesta sexta-feira (24), no Terminal Urbano de Maringá, junto à Semana do Turismo de Maringá.  

O projeto é realizado pelo Sebrae/PR com a parceria da Prefeitura de Maringá e terá duração de um mês. A proposta é que os visitantes entrem em um “game” para descobrir memórias da cidade e integrar digitalmente a história do município. Assim, será possível percorrerem um roteiro guiado a partir do celular, enquanto descobrem mais sobre a história local. “O objetivo é juntar o físico ao digital para gerar experiência para Maringá. É uma opção turística interativa que pode ser explorada individualmente”, diz o consultor do Sebrae/PR, Perseu Bastos.

Ao ler o QR Code disponibilizado no local de visitação, o frade, batizado de ‘Monge Caboclo’, indica um hotsite para sugerir os próximos passos. Iniciada a jornada, o visitante recebe conteúdos de texto e áudio ativados por QR Codes nas estações da Trilha.

“Por meio do endereço eletrônico, o Monge sugere onde pode ser encontrada uma nova memória da cidade”, explica o diretor e roteirista responsável por construir a dinâmica do projeto, Léo Falcão. Ele acrescenta que ações de interação urbana são raras. “A forma como essa atividade se conecta tanto com a história como com a economia local é inédita no Brasil”, destaca.

São três opções de trajetos. A Rota do Descobrimento (jornada 1), começa na Catedral, passa pelo Obelisco, Avenida Brasil e outros pontos do Eixo Monumental da cidade. A Rota das Imigrações (jornada 2) é toda dentro do Parque do Japão Todos. A Rota começa na praça Rocha Pombo, passando por toda a ciclovia da Avenida Brasil, por isso a sugestão é que seja percorrida de bike. Os caminhos ao Memorial dos Tempos, um painel de LED instalado no Terminal Urbano de Maringá com informações e história da cidade.

Quem completar ao menos duas rotas terá direito a uma das 74 insígnias, uma para cada ano da cidade, em forma de medalha. Ou seja, as 74 primeiras pessoas que completarem dois trajetos conseguirão a ‘recompensa’, o que dará benefícios nas empresas apoiadoras do projeto.

A gerente de Turismo da Prefeitura de Maringá, Thaise Bueno, diz que a ideia é mostrar como Maringá pode ser mais turística, ao se explorar a cultura e história locais. “Apesar de Maringá ser uma cidade jovem, temos muita história para contar, agora de forma lúdica, divertida. A ação é segura também, pois as pessoas podem seguir o trajeto individualmente. Também será um atrativo para crianças”, comenta.

Contato para imprensa:

Telefones: (44) 99882-1525 | (44) 98820-7083 | (41) 33305895