Cliente Sebrae/PR

Com alimentação saudável, pizzaria aposta na expansão por franquias

Com produtos sem glúten, empresa de Curitiba quer expandir atuação no interior do Paraná, Santa Catarina e São Paulo

De olho nas pessoas com doença celíaca (que têm intolerância ao glúten) e nas que buscam uma alimentação mais saudável, uma pizzaria, em Curitiba, aposta na expansão do negócio por meio do modelo de franquias, formatado com apoio do Sebrae/PR. O foco está nas cidades do interior do Paraná, Santa Catarina e de São Paulo.

A Pizzaria Rigani tem na bagagem a expertise do casal Edvaldo Andrade Dias Júnior e Márcia dos Santos Auer, que traz a experiência de vida pessoal e profissional com mais de 10 anos de trabalhos realizados em navios de cruzeiros, na Europa.

“Unimos a formação na área de administração e controladoria e o conhecimento e experiência com a gastronomia internacional”, conta a empresária. Segundo ela, em 2018, eles visualizaram na pizzaria a oportunidade de investir em um nicho de mercado voltado para pessoas com doença celíaca, que cresce a cada ano no país.

“A doença celíaca afeta em torno de 2 milhões de pessoas no Brasil, mas 85% delas ainda não sabe que têm o problema, ou seja, é um mercado em franca expansão para produtos sem glúten. Cada vez mais as pessoas têm procurado se alimentar melhor, buscando qualidade de vida, com alimentos sem glúten, zero lactose e vegano. Estamos atendendo a maioria de pessoas com restrições alimentares e celíacas em Curitiba, provando que pizza boa é para todos", diz a empresária.

O negócio deu tão certo que, mesmo com a crise desencadeada pela pandemia da Covid-19, a Pizzaria Rigani incrementou as vendas em outubro deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. Atualmente, a empresa conta com um quadro de oito colaboradores e disponibiliza mais de 50 opções de sabores de pizzas, além de calzones.

Edvaldo Andrade Dias Júnior e Márcia dos Santos Auer visualizaram a oportunidade de investir em um nicho de mercado

A ideia de franquear a pizzaria, conforme a empresária, surgiu assim que perceberam que o negócio é rentável. “Procuramos o Sebrae para nos ajudar no processo de formatação de franquia. A conclusão da análise de franqueabilidade apontou que é um negócio franqueável em função da rentabilidade”, explica.

O investimento a partir de R$ 240 mil tem previsão de retorno do valor de 18 a 24 meses. São oferecidas duas opções de negócios: delivery e takeaway ou delivery, takeaway e salão.

A consultora do Sebrae/PR, Fernanda Pesarini Tarli, ressalta que a opção de crescer por meio de franquia está diretamente ligada à formatação de um negócio já testado e aprovado pelo mercado e o franqueado terá mais segurança em investir com o suporte oferecido à rede.  “O mercado de alimentação é crescente em todo o País. Neste caso, os proprietários visualizaram um nicho de mercado interessante, no qual há uma boa sinalização do mercado de pessoas querendo repetir esse modelo de negócio”, analisa.

 

Assessoria de Imprensa Sebrae/PR

Telefones: (42) 98827-9194 - (41) 3330-5895

www.twitter.com/sebrae_pr