Paraná

UP Digital ajuda pequenos negócios a venderem mais durante a crise

Jornada de 10 dias com mentorias online ajuda empresários a ingressarem ou ampliarem a sua presença digital

A crise provocada pelo novo coronavírus atingiu em cheio os pequenos negócios, que tiveram que se reinventar para continuar no mercado. Neste momento, o uso das tecnologias digitais se tornou mais importante do que nunca. Para apoiar os empreendedores que desejam ingressar ou expandir a sua presença no ambiente online e aprender sobre o uso de ferramentas digitais para impulsionar os negócios, foi lançado o programa Up Digital Sebrae. No Paraná, 90 empresas já se cadastraram para serem atendidas pelo programa. Outras empresas interessadas em participar podem fazer a pré-inscrição, gratuitamente.

Ao longo de uma jornada de aceleração de 10 dias, os empresários participam de encontros coletivos e mentorias individuais sobre tecnologia e marketing digital direcionados para o negócio. Eles são divididos em pequenos grupos fechados no WhatsApp, de acordo com o segmento e a maturidade digital do negócio, ou seja, o nível de aplicação das tecnologias digitais no dia a dia da empresa para promoção e vendas.

Wesley Piva, da Gabriela Materiais de Construção

O empresário Wesley Piva, da Gabriela Materiais de Construção, fundada há 30 anos, em Curitiba, participou do Up Digital Sebrae. Ele conta que a primeira experiência com mídias digitais ocorreu há aproximadamente dois anos, mas que não foi positiva. Com a pandemia do novo coronavírus, ele diz que a necessidade de estar presente de forma digital se acentuou.

“Além do conhecimento adquirido nós colocamos em prática as ações. Fizemos o Instagram da empresa, refizemos nossa página no Facebook e contratamos os serviços de um webdesigner para melhorar nossa página institucional. Já tivemos resultados de vendas provenientes do curso, pois entendemos que é importante concentrar as buscas nos seguidores de qualidade e não na quantidade”, pontua o empresário.

A empresária Jaqueline Kulik, proprietária da Hidrocolombo, também recorreu ao Sebrae para obter mais conhecimento. Apesar da empresa estar presente no Instagram e Facebook, ela conta que a maior interação com os clientes ocorria via Whatsapp. “Fizemos algumas adaptações, lançamos uma campanha no Instagram e duplicamos a quantidade de seguidores”, relata. Antes da pandemia da Covid-19, segundo ela, a empresa já estava em um marketplace, mas a estimativa é começar as vendas online através do site institucional da empresa. 

A empresária Jaqueline Kulik

Conforme a consultora do Sebrae/PR, Adriana Kalinowski, as turmas são formadas por até 12 empresas do mesmo segmento e não precisam ser do mesmo município. “Desde maio já atendemos turmas com proprietários de padarias, confeitarias, materiais de construção, farmácia de manipulação, entre outros”, conta. 

“O uso das redes sociais é fundamental principalmente com a pandemia do novo coronavírus. Estar presente nas mídias digitais é uma questão de sobrevivência para os negócios, pois dá ainda mais visibilidade e facilita o acesso ao cliente”, pontua. No entanto, ela enfatiza que o uso das mídias digitais deve acontecer de forma estruturada, assertiva e profissional.

Os donos de pequenos negócios interessados em participar do Up Digital Sebrae podem realizar a pré-inscrição. As vagas são para microempreendedores individuais (MEI), microempresa (ME), empresas de pequeno porte (EPP) e artesões. São 10 dias de jornada online ágil, com três encontros coletivos e dois individuais. O programa é totalmente gratuito. Após a pré-inscrição, uma equipe do Sebrae fará contato com o empresário para entender o nível de maturidade digital da empresa e incluí-lo em um dos grupos formados para iniciar a jornada.

Contato para imprensa:
Patrícia Biazetto – (42) 98827-9194
Adriano Oltramari – (41) 3330-5895 / (41) 99232-0502